Skip to content

Quer posicionamento orgânico no Google? Responda as perguntas que as pessoas já estão fazendo!

SEO - Posicionamento Orgânico no Google

Para que você aprenda como melhorar seu posicionamento orgânico no Google, vou usar um exemplo real de pesquisa por palavra-chave (também chamada de keyword ou kephrase). Palavra-chave é o nome usado para designar a “pergunta” que uma pessoa faz no Google, ou em qualquer outro mecanismo de pesquisa da internet.

Nesse exemplo real, vamos avaliar a palavra-chave hérnia de disco, que é bem genérica, pois muita gente começa a pesquisar assim. Identificamos que existe um volume de busca muito grande, e também notamos que ela é muito concorrida. Isso significa que existem muitos anunciantes pagando para aparecer nos resultados de pesquisa por este termo. Logicamente, se existem muitos anunciantes também podemos concluir que existem muito conteúdo produzido sobre esse assunto.

Desta forma, percebemos que a escalada para conseguirmos um bom posicionamento orgânico nas pesquisas por “hérnia de disco” provavelmente será muito lenta. No entanto existem muitas outras pesquisas relacionadas que também são feitas no Google e que tamb;em precisam de respostas. O nome que usamos para nos referir à estas perguntas mais específicas é cauda longa. Mas, chega de dados técnicos e vamos para o que interessa.

Como melhorar meu posicionamento orgânico no Google

SEO Analytics

A melhor estratégia para acelerar nossos resultados com posicionamento orgânico é encontrar o equilíbrio entre um volume de pesquisas alto e uma concorrência baixa. Esse equilíbrio amplia MUITO as possibilidades de posicionamento orgânico. Em geral, você conseguirá melhores resultados usando palavras-chave de cauda longa para este assunto. Usando a mesma avaliação acima – hérnia de disco – na relação ideal de volume/concorrência (quando esse artigo foi escrito), percebemos que as melhores opções de palavras-chaves seriam:

  • hérnia de disco cervical
  • hérnia de disco lombar
  • hérnia de disco sintomas
  • hérnia de disco tem cura
  • hérnia de disco tratamento

Cada uma dessas palavras-chave é uma pergunta real que o seu público está fazendo e que você pode responder em um post específico sobre o assunto. Quando uma pessoa usa a pesquisa do Google para saber sobre “hérnia de disco sintomas” ela espera encontrar esta resposta. Ao encontrar um post com este título ela espera encontrar naquele link a resposta para a pergunta que fez. Para que o post apareça para ela, significa que o Google encontrou conteúdo sobre os sintomas da hérnia de disco. Isso se chama *relevância*. Os posts mais relevantes aparecem primeiro.

Além da relevância do conteúdo, outro fator muito importante para o posicionamento orgânico (ou Pagerank) é a quantidade de links que existem espalhados pela internet afora apontando do seu site. Essa relação de links entrando e saindo entre os sites se chama link juice. E para aumentar a qualtidade de links para o seu site é muito importante produzir conteúdos com alto potencial de viralização.

Como viralizar meu conteúdo

As publicações que viralizam são aquelas que acrescentam valor à experiência de vida do visitante

OK, você conseguiu um visitante, que entrou no seu link, viu o seu conteúdo, e encontrou a resposta exata para a sua pergunta, ótimo! Quanto mais relevante e interessante for a sua resposta, maiores as chances de satisfação desse visitante. Essa satisfação pode se transformar em gratidão, e isso pode gerar um grande potencial de compartilhamento espontâneo do seu conteúdo. Em marketing isso se chama efeito viral.

As publicações que viralizam são aquelas que acrescentam valor à experiência de vida do visitante. Em geral, as pessoas sentem/pensam, “se fez bem pra mim, pode fazer bem para outras pessoas com as quais eu me importo”. Essa sensação pode ser de alegria, surpresa, diversão, … enfim sempre será baseada em alguma boa experiência que a pessoa teve a partir do seu conteúdo.

Aula 5 - Posicionando seu negócio nas Redes Sociais certas

É importante lembrar que conteúdo não é apenas o texto que você posta no seu site/blog, mas também seus vídeos no YouTube, stories e posts sociais. Enfim, tudo o que você publica associado à sua marca é conteúdo e precisa ser relevante para as necessidades dos seus seguidores para que se sintam motivados a tornarem-se seus clientes.

Dicas:

  • Pesquise os interesses do seu público e busque criar textos informativos e instigadores.
  • Sempre tenha um propósito clara para cada conteúdo e finalize com uma chamada para ação.
  • Procure em nosso site mais dicas para melhorar seus conteúdos.

Quanto eu devo escrever para ter resultados?

Talvez a frase que eu mais fale na vida é essa:

“Responda as perguntas que o seu público está fazendo”.

Portanto, minha dica aqui é: escreva pouco, escreva com frequência.

Quanto mais artigos você publica sobre assuntos específicos do seu ramo de atividade, maiores são as chances de você aparecer no posicionamento orgânico do Google. Você não precisa escrever uma tese ou arquivo científico para abordar todos os aspectos de problema de uma só vez. Em vez disso, tente usar as dúvidas que as pessoas já demonstraram para segmentar suas respostas em vários artigos, se possível, um para cada palavra-chave. Em outras palavras, quanto mais perguntas você responder, mais visitas vai receber.

Escreva com freqência para que o Google note que seu site é uma fonte ativa de informações, recomendo o minimo de um post novo por mês. Se você tiver mais tempo, pode escrever com mais frequência, ou até mesmo escrever vários textos e programar a publicação deles. Plataformas como o WordPress permitem que você deixe seus artigos prontos e agendados para publicação futura.

Recomendações práticas para melhorar o posicionamento orgânico no Google

Com já sabemos, o Google se alimenta do conteúdo textual existente na internet. Ele existe para mapear e indexar os resultados e apresentar as melhores respostas para os seus usuários. Sendo assim, não adianta gravar vídeos no YouTube, postar infinitas imagens no instagram ou esconder seu conteúdo em redes sociais fechadas como o Facebook sem colocar textos públicos para que o Google encontre e posicione seus artigos e gere autoridade para o seu domínio (endereço do seu site).

Posicionamento orgânico no Google - SEOPara melhorar seu posicionamento orgânico no Google, o ideal é que você tenha seu próprio site/blog, e se possível, que também seja colunista de sites parceiros. Essas duas ações conjuntas irão gerar muito valor para o seu nome/marca, através das respostas que você publica nos textos de seus artigos. Esses textos serão lidos pelo Google que se encarrega de posicionar seu link de acordo com a relevância da sua resposta e a autoridade que ele reconhece pelos links de entrada e saída que ele encontra no seu site.

“O Google procura constantemente por textos e links na internet para ampliar seus índices e posiciona os melhores conteúdos.”

Tamanho do texto

Para o Google considerar seu conteúdo como existente use no mínimo 300 palavras.

Para o Google considerar seu conteúdo relevante, o ideal é publicar um texto de 500 palavras ou mais, até 750 palavras já é o suficiente.

Quanto maior for o seu texto, e considerando as boas práticas de SEO, melhores são suas chances de que o seu link seja considerado como uma resposta válida e um conteúdo relevante para melhorar seu posicionamento orgânico no Google e outros mecanismos de pesquisa: Bing, etc.

Texto original

Uma das coisas que o Googgle mais respeita são os direitos autorais. Isso é tão importante que ele consegue identificar conteúdo duplicado e penaliza os sites que praticam o plágio. Atualmente é possível contratar redatores profissionais para escrever os posts em seu nome, tenham sempre um contrato bem definido de que esse conteúdo será original e exclusivo, para evitar aborrecimentos posteriores.

Quando for usar textos de outros, ou convidar colaboradores para escrever no seu site, sempre tenha uma autorização do autor de quem vocé está publicando, defina bem claramente suas politicas de publicação e sempre respeite os direitos autorais.

Certamente, você pode usar as partes de um texto de outro lugar, citando a fonte com link para o original. É sempre uma boa prática mencionar o autor original, mesmo quando se trata de obras de domínio público.

Portanto, não vale a pena economizar tempo e dinheiro simplesmente copiando e colando textos de outros sites para o seu. Essa prática é ilegal e pode render bem mais do que apenas a perda de posicionamento. Esse é um típico exemplo do barato que sai caro.

Use ferramentas de verificação de plagiarismo.

Boa legibilidade

Um texto bem escrito tem muito mais sucesso para ser compreendido e compartilhado. Escreva sempre com uma boa gramática e use palavras comuns ao seu público. As pessos se relacionarão com você se elas perceberem que você fala a língua delas. Peça para algumas pessoas de fora para lerem o seu texto antes de publicar, você poderá receber sugestões e insights de algo que deixou passar despercebido. 😉

Planejamento dos ConteúdosImagens Ilustrativas

A máxima de que uma imagem vale mais que mil palavras não serve para o Google, pois ele não “lê” imagens, apenas texto. Mesmo assim, as imagens ajudam muito no seu posicionamento orgânico, pois o Google identifica que um texto com imagens é mais interessante do que outro sem imagens. Isso significa alguns pontos a mais que podem sim melhorar o seu posicionamento.

Uma boa prática é renomear os seus arquivos de imagem antes de enviar para o seu site. Não se esqueça de incluir aslgumas palavras chaves que ajudarão você a localizar sua imagem no meio das outras e principalmente ajudarão o Google a fazer um bom SEO de suas imagens.

E já que estamos falando de SEO…

Boas práticas de SEO

Somente o tópico SEO (otimização para mecanismos de busca) poderia render conteúdo para um outro site. Atualmente já existem vários sites e canais no youtube dedicado à identificar e explicar as melhores práticas para otimizar seu conteúdo. Tudo isso server para que seus artigos sejam encontrados com mais facilidade pelos mecanismo de busca.

Cuidar do SEO do seu site é algo relativamente fácil, porém trabalhoso, já que deve ser feito individualmente por post/página para cada pagva-chave que você deseja posicionar. Isso mesmo, não é um único SEO para todas as páginas, em dá pra otimizar muitas palavras chaves para um único conteúdo. Ou seja, não espere que todas as palavras-chave do seu negócio posicionem a página inicial do seu site.

Para te ajudar nessa tarefa, é muito importante encontrar ferramentas atualizadas e confiáveis de acordo com a plataforma onde o seu site está hospedado. Existem várias ferramentas que funcionam dentro da plataforma mas você está usando. Para complementar, você poderá também usar outras ferramentas de SEO externas que poderão te ajudar muito, basta informar o link e/ou palavra-chave que deseja otimizar.

Nos últimos 10 anos, a melhor combinação que encontrei para usuários iniciantes é usar o WordPress auto-hospedado com o plugin Yoast SEO (ambos são gratuitos). Essas duas ferramentas juntas podem ajudar qualquer pessoa a realizar otimizações em seus próprios conteúdos, basta instalar e usar, não tem muito o que configurar. Mas se você preferir, também é possível contratar profissionais especialistas em SEO para realizar esta tarefa. Tudo depende de como você usará o seu tempo da melhor forma possível para obter os resultados desejados para o seu negócio.

Conclusão

Quem busca um posicionamento orgânico no Google precisa ter a mentalidade de fazendeiro:

  1. Você planta hoje e só vai colher daqui ha muitos meses.
  2. Você semeia em vários lugares, e perceberá que alguns “terrenos” serão mais férteis que outros.
  3. Uma parte da “plantação” pode dar muitos frutos e uma outra pode secar e morrer; é necessário analisar constantemente o que você quer manter, e “podar” as partes que já não te interessam mais.

Deixe um Comentário





Scroll To Top